8 dicas de surf para principiantes

O verão está a chegar e queres experimentar coisas novas. Estás a pensar começar a surfar? Sabes tudo sobre o tema? Ou algumas dicas seriam úteis?

Para chegar ao profissionalismo daquele surfista que todos conhecem precisas de passar por um árduo processo de aprendizagem. No entanto, a experiência valerá a pena. Se é a tua primeira vez numa prancha, deves seguir rigorosamente estas 8 dicas básicas para surfistas iniciantes.

1. Escolher a prancha certa

A primeira prancha costuma ser como o primeiro carro: um modelo básico, fácil de manusear e preparado para aguentar choques. 

Para começar, podes usar uma softboard. São pranchas que são feitas com espuma, têm muita flutuabilidade e são macias. 

À medida que ganhas facilidade e habilidade, poderás escolher o tipo de prancha que melhor se adapta ao teu surf. Podes escolher o tamanho, volume, número e disposição das quilhas, tipo de ponta e cauda, ​​etc. Presta atenção e evita estes erros comuns na hora de escolher a prancha de surf

2. Começar numa escola de surf

Aprender numa escola especializada oferece principalmente três vantagens: a primeira é que os instrutores têm mais experiência e saberão como e o que ensinar a cada momento da tua evolução. A segunda é que eles não vão descansar enquanto não aperfeiçoares a técnica e teres o melhor desempenho. A terceira é que a escola fornece o material para que não tenhas de comprar nem pedir emprestado a um amigo surfista.

3. Surf requer planeamento antecipado

Não vale a pena alugar ou comprar uma prancha e pronto. Deves primeiro estudar uma série de fatores. O primeiro deles, procura uma praia onde se encontram reunidas as condições necessárias para a prática do surf (escolhe entre as sete melhores praias para fazer surf em Portugal)

O facto de teres um bom spot, não significa que será uma sessão incrível. Felizmente, existem apps especializadas que vão-te ajudar a saber qual será o estado do mar nos próximos dias, e se vale a pena surfar ou não.

Como podes ver, não é assim tão simples.

4. Escolher um local adequado

O local ideal para um iniciante seria o equivalente oceânico de uma piscina infantil. Costa arenosa, sem rochas ou recifes e com bancos de areia bem marcados.

Tenta surfar primeiro na espuma, fica longe dos picos onde estão os surfistas mais experientes para não “incomodar” e se tiveres alguma dúvida, pergunta. Cada um tem o seu nível, ritmo de aprendizagem e conhece os seus limites. Mesmo assim, por vezes poderemos não ter consciência das nossas limitações e podemos colocar em risco a nós mesmos e/ou aos que nos rodeiam.

Também é uma boa ideia não ir sozinho ter alguém por perto caso tenhamos algum tipo de contratempo.

5. Aprender a interpretar as previsões do tempo

Deves familiarizar-te com mapas e tabelas de isóbaras, vento e ondas para poder decidir quando um local pode ou não funcionar. Cada spot funciona melhor com certas condições, então começa a “estudar” para aprender um pouco sobre esses modelos de previsão e assim decidir a melhor praia para surfar.

Nas nossas redes sociais apresentamos as condições para surfar na praia da Galé e outras atividades todas as semanas, fica atento!

Recomendamos leres o nosso guia sobre as lesões e perigos no surf

6. Aprender a levantar-se na prancha

Dito isso, vamos ao que interessa. Estes são os passos que deves seguir para te levantares da prancha:

  • Deita-te sobre a prancha de forma equilibrada. Não coloques mais peso corporal na cauda ou na ponta. O centro de gravidade deve estar no centro da prancha.
  • Ao levantares-te, não coloques os pés juntos, pois perderás o equilíbrio. As pernas, flexionadas e mais abertas que a largura dos quadris.
  • Mantém o teu corpo no centro da prancha, não te inclines para frente ou para trás.

A teoria é fácil, a prática nem tanto. Praticar na areia antes de entrar no mar e ser acompanhado por um surfista mais experiente é essencial para aprender com mais facilidade. Podes ser autodidata, mas será mais difícil.

7. Respeitar os outros surfistas

O surf é um desporto com valores. Existe uma lei (não escrita) que diz que não se pode roubar uma onda do outro surfista. Se alguém está numa melhor posição do que tu para apanhar a onda, então deves esperar pela próxima. Não só para evitar qualquer tipo de choque, mas também por uma questão de respeito.

8. Paciência e sacrifício são a chave para ser um bom surfista

Se não tens nenhuma dessas duas qualidades, o melhor é esqueceres o surf. Por um lado, a paciência é a base pelas seguintes razões: quando vires nas aplicações que não vão estar boas ondas nos próximos dias. Além disso, não se aprende a surfar em duas sessões, leva muito tempo até que possas realmente divertires-te. Portanto, a paciência deve ser acompanhada de um sacrifício, acordar cedo quase todos os dias para poder surfar na melhor hora do dia (com menos gente e vento) faz parte do sacrifício de um surfista.

Os erros comuns de surfistas principiantes

Existem uma série de erros muito comuns entre os principiantes no mundo do surf.

Listá-los aqui de facto não ajudará a ser um melhor surfista, mas pelo menos saberás quais são os teus erros e poderás corrigi-los aos poucos.

Resumidamente, os erros mais comuns são:

  1. Não escolher a prancha adequada
  2. Ficar muito atrás na prancha
  3. Ficar muito à frente na prancha
  4. Levantar-se (pop up) tarde
  5. Pernas demasiado afastadas
  6. Olhar para a prancha, não para a direção que está a surfar
  7. Não remar o suficiente

Com certeza identificas-te com algum destes pontos. Agora, quando entrares na água, estarás um pouco mais atento aos erros que precisas trabalhar. Se conseguires melhorar algum desses erros estarás no caminho certo.